Notícias do Palmeiras

É idolo do verdão mas o clima de despedida preocupou

Por Rafael Pereira

É idolo do verdão mas o clima de despedida preocupou

Abel Ferreira não escondeu seu sentimento pelo Palmeiras

Síguenos enSíguenos en Google News

Abel Ferreira, o treinador português do Palmeiras, conquistou o seu oitavo título no comando do time, após uma vitória de 4 a 0 sobre o Água Santa na final do Paulistão. O treinador expressou seu amor pelo clube e pelos envolvidos no projeto, emocionando muitos torcedores. No entanto, a loucura do futebol brasileiro trouxe problemas ao treinador, como uma arritmia detectada em exames médicos realizados neste ano.

 

Na coletiva de imprensa após a vitória, Abel demonstrou o seu orgulho em representar o Palmeiras e sua vontade de permanecer no clube, assim como seus auxiliares. Ele agradeceu e parabenizou cada elemento da estrutura do verdão, mas alguns torcedores notaram um breve tom de despedida em suas palavras. Abel afirmou que é um orgulho trabalhar no clube e que gostaria de continuar, mas que precisa pensar no todo e em seu futuro. Ele também destacou as diferenças culturais entre o futebol brasileiro e europeu e como o Palmeiras é mais do que um clube, é um estilo de vida.

Abel tem oito títulos conquistados desde que chegou ao Palmeiras em 2020 e seu contrato com o clube vai até o final de 2024. No entanto, ele também expressou preocupações com a intensidade do calendário do futebol brasileiro, que pode afetar a saúde dos jogadores e dos treinadores. Ele defendeu a humanização do futebol e a redução do número de jogos, afirmando que o dinheiro não deve ser a única prioridade.

 

O futuro de Abel segue em aberto

Apesar das preocupações e possíveis mudanças, Abel Ferreira continua sendo um dos treinadores mais bem-sucedidos do Palmeiras, atrás apenas de Osvaldo Brandão no ranking de treinadores que mais conquistaram títulos no comando do Verdão. O treinador português ainda tem muito a oferecer ao clube e à cultura do futebol brasileiro.


Mais notícias