Notícias do Palmeiras

Leila Pereira promete, não cumpre e Palmeiras continua na mesma situação

Por Rafael Pereira

Leila Pereira promete, não cumpre e Palmeiras continua na mesma situação

Verdão enfrenta o Bolívar nesta quarta-feira, na altitude de La Paz, e viajou de mesma forma de sempre

Síguenos enSíguenos en Google News

Ainda não foi dessa vez que o Palmeiras fez a primeira viagem para o exterior no avião próprio. O verdão aguarda a aeronave adquirida por Leila Pereira e inicia Libertadores com voo fretado para a cidade de La Paz, na Bolívia, onde o time estreia na competição intercontinental , nesta quarta-feira, às 21h30 de Brasília.

 

Aeronave adquirida pela empresa da presidente do Verdão ainda está em Portugal. O Embraer E-190-E2, avaliado em torno de US$ 64 milhões ou cerca de R$ 328 milhões, continua na Europa para a personalização da pintura e assentos internos, sem previsão de chegada no País para ser usado pelo Palmeiras.

Mesmo após sua chegada ao Brasil, o avião ainda passará por processo de inspeção nada simples, que deve ser realizado em conjunto pela Embraer, fabricante do modelo, e pela ANAC – Agência Nacional de Aviação Civil. A utilização da aeronave também depende da regularização da empresa Placar Linhas Aereas, fundada por Leila Pereira e José Roberto Lamacchia, na entidade reguladora da aviação brasileira.

O avião comprado por Leila Pereira tem capacidade para até 114 passageiros e autonomia de voo de pouco mais de cinco mil quilômetros. Recentemente, a presidente do Palmeiras conheceu pessoalmente a aeronave em viagem para Portugal. O grande objetivo de ter um avião é a flexibilidade para definir o melhor dia e horário para as viagens.

 

Outras viagens do Palmeiras para o exterior

Além da viagem para La Paz, o Palmeiras terá ao menos mais duas viagens para a América do Sul durante a fase de grupos da Libertadores. Em maio, o Verdão viajará para Guayaquil, no Equador, para enfrentar o Barcelona, e também para Assunção, capital do Paraguai, para duelo contra o Cerro Porteño.


Mais notícias