Notícias do Palmeiras

A estratégia ousada do Palmeiras para voltar a jogar no Allianz Parque

Por Rafael Pereira

A estratégia ousada do Palmeiras para voltar a jogar no Allianz Parque

O Verdão está mandando seus jogos na Arena Barueri até conseguir recuperar o Allianz

Síguenos enSíguenos en Google News

O Palmeiras enfrenta um período longe de seu estádio devido às condições precárias do gramado, que têm sido responsáveis por diversas lesões nos últimos meses. Por conta disso, o time terá que realizar jogos importantes do Paulistão na Arena Barueri, como aconteceu contra o Ituano no dia 8 de fevereiro e enfrentará o Corinthians no dia 18 e o Mirassol no dia 24 deste mês.

Embora o Palmeiras já esteja acostumado com a Arena Barueri, a diferença em relação ao Allianz Parque é significativa, tanto em termos de familiaridade com o local quanto em relação ao apoio da torcida, já que o estádio em Barueri tem capacidade para quase 40 mil pessoas, enquanto o Allianz Parque pode abrigar mais de 40 mil.

Diante das reformas em andamento, o Palmeiras anunciou que não retornará ao Allianz Parque sem antes testar e obter a aprovação do gramado pelos jogadores. O risco de lesões para o resto da temporada é uma grande preocupação para toda a comissão técnica.

Perder um jogador em meio a um calendário tão agitado como o do futebol brasileiro pode ser decisivo na disputa de uma competição. Portanto, todas as medidas preventivas são vistas com bons olhos, desde os jogadores até a equipe técnica.

Allianz Parque deverá testar novo gramado no dia 20 de fevereiro

A previsão é que o gramado reformado esteja pronto até o dia 14 de fevereiro, para cumprir o prazo proposto. No entanto, a expectativa da WTorre e da Soccer Grass é de que tudo esteja completamente pronto até o dia 20 de fevereiro, quando serão realizados os testes pelos jogadores.

Se todos os prazos forem cumpridos e o gramado for aprovado pelos atletas, pelo técnico Abel Ferreira e por toda a comissão técnica, a tendência é que o clube possa retomar as partidas no Allianz Parque sem grandes problemas a partir de março.


Mais notícias