Notícias do Palmeiras

Podia ser o novo 10 no Palmeiras, mas joia da base vai embora por R$ 10 milhões

Por Rafael Pereira

Podia ser o novo 10 no Palmeiras, mas joia da base vai embora por R$ 10 milhões

Destaque da base foi vendido pelo Palmeiras por R$ 10 milhões

Síguenos enSíguenos en Google News

Nos últimos anos, o Palmeiras tem feito um grande trabalho nas categorias de base do clube. João Paulo Sampaio é considerado o maior responsável por isso, já que é o coordenador geral da base nos últimos anos. Com uma reformulação completa sendo feita, Gabriel Jesus foi um dos primeiros a conseguir esse destaque. O atual atacante do Arsenal também brilhou nas categorias inferiores e foi embora com 18 ano, para o Manchester City.

Ex-jogador do Palmeiras e da Seleção, agora quer atrapalhar o Verdão no Paulista

No momento, há grandes nomes com uma alta expectativa de venda. Endrick já está negociado com o Real Madrid, com o Palmeiras podendo receber até 60 milhões de euros, cerca de R$ 321 milhões na cotação atual. Foram 35 milhões de euros fixos, R$ 198 milhões na cotação da época, e 25 milhões de euros em bônus. Neste caso, o Verdão já recebeu 7,5 por metas alcançadas nos últimos meses.

Estevão e Luis Guilherme, também vistos como muito promissores, podem ser vendidos. Ambos possuem clubes da Europa de olho neles, como Bayern de Munique, Chelsea e Real Madrid. Até o momento, no entanto, não há nada definido sobre o futuro das duas Crias da Academia. Os dois estão integrados no profissional do Palmeiras e vão ficar no time até serem vendidos.

Enquanto o Flamengo recebe R$ 275,2 milhões de cotas de TV, o valor do Palmeiras

Saída de Kauan Santos

O jogador de 19 anos foi um dos destaques na base do Palmeiras nos últimos anos. Participando do time campeão da Copinha, em 2022 e 2023, só teve um jogo pelo profissional. Agora, foi vendido par ao Shabab Al Ahli, dos Emirados Árabes Unidos, por 2 milhões de dólares, na cotação atual, R$ 10 milhões, segundo o ge. Podendo receber mais 1 milhão de dólares por metas. Além disso, o Verdão manteve 35% dos direitos econômicos do atacante.